Como produzir uma colônia?

A colônia de kombucha é como uma estrela do mar. A comparação pode parecer um tanto estranha, mas quer dizer que uma pequena parte da colônia, mesmo minúscula,  mesmo  imperceptível pode gerar uma nova colônia grande e saudável.

A bebida Kombucha contém em sua composição todas os componentes necessários para a geração de uma nova colônia.

Assim, preparando a bebida através da receita padrão – do chá bem doce, deixar esfriar, colocar a colônia e aguardar a fermentação – retiramos as colônias (mãe e filha) ao final e guardamos. Se a bebida resultante for deixada em temperatura ambiente sem a presença de nenhuma colônia por um ou dois dias poderemos observar uma nova colônia se formando. Nota-se também, que essa segunda fermentação aeróbica e à temperatura ambiente acentua de forma muito rápida a acidez da bebida até essa se transforma em um vinagre. O vinagre de Kombucha pode ser utilizado da mesma forma que o vinagre de maça, de uva ou outro.

Isso demonstra que a colônia tem a capacidade de se reproduzir a partir de um pequeno fragmento, que a mesma é extremamente ativa e que se reproduz com facilidade.

Para se produzir uma nova colônia a partir de um pouco da bebida ou de um pequeno fragmento da colônia:

  1. Conseguir alguma bebida ou um pequeno fragmento saudável da colônia de Kombucha;
  2. Fazer um pouco do chá preto ou verde* bem doce, deixar esfriar e colocar em um vidro ou vasilha de plástico com a boca larga (acima de 7 cms de diametro);
  3. Colocar a bebida ou a colônia de Kombucha;
  4. Tampar com um pano e amarrar a boca no recipiente com um barbante ou fio;
  5. Aguardar a fermentação – pode demorar até uns 15 ou 20 dias sem problema, sendo que a bebida provavelmente terá fermentado até avinagrar;
  6. Pronto! você tem uma colônia nova, bem clara e forte. Agora é só seguir a receita tradicional.

Essa é uma forma de se produzir uma colônia já tendo o chá do kombucha pronto ou um pequeno fragmento de colônia que por acaso pode ter sido obtido de uma colônia que estragou pela ação de fungos.

Algumas pesquisas demonstram a possibilidade da geração da colônia por outras vias, mas isso estará em outro artigo nessa mesma seção.

* O chá verde apresentou melhor resultado em situações nas quais utilizei fragmentos de colônias para o ‘start’. A colônia se formou mais rápido em um teste com os dois chás e com o mesmo volume de fragmento ou de bebida pronta . Com o chá preto a colônia se apresentou também saudável embora com menor volume.

5 comentários sobre “Como produzir uma colônia?

  1. Ganhei uma doação esses dias quando fui ao Brasil e assim que cheguei na Suécia eu coloquei no chá tradicional para começar a fermentação. Agora com 5 dias percebi que tinha mofo na superfície. Retirei e lavei correndo e vou usar esta técnica e rezar para que dê certo, caso contrário ficarei sem meu kombucha :(

    Obrigada!

  2. Prezados
    Eu estou entrando um processo de diabetes e tenho certa alergia a acidez, não todas, mas algumas, como a cafeína. Conheci a Kombucha no Canadá, fiquei um pouco apreensiva por usar cha preto ou verde, ambos tem cafeina, e açucar na composição.
    Será que é possivel fazer com o cha branco?
    diabeticos podem tomar, já que contém muito açucar?
    por ultimo, se tudo for possivel gostaria de receber a primeira colonia.
    muito obrigada!

  3. Prezada Dalva Aparecida da Silva, o Kombucha se alimenta da cafeína e do açúcar do chá, então apesar do ph do líquido final ser um pouco ácido (o que pode ser maior ou menor conforme o tempo de fermentação) esta quantia de cafeína e açúcar é reduzida drasticamente… embora o produto final ainda contenha certa quantidade de açúcar. Se você não está segura quanto a quantidade de açúcar que pode ingerir, melhor não tomar… você também poderia fazer o JUN uma outra versão do Kombucha, só que fermentado com chá verde e mel… Talvez a opção mais segura para você seja o Kefir de leite… Dê uma pesquisada, há vários grupos no Facebook. Abraços!

  4. Boa tarde. Ganhei uma “muda” de Kombucha. Ela é diferente. Não tem esse formato de panquecas certinhas e o filhote já está se formando a cerca de 3 semanas e está muito fino. No começo achei q era fungos e desprezei. Depois vim aqui e fui melhor orientada e deixei. Após ler e procurar bastante na net, estou achando q é Jun. O q vcs acham? Não sei como anexar a foto mas vou tentar. Tkso

  5. Olá Marcia. Pelo que você está descrevendo, pode ser que a colônia esteja muito fraca. Nesse caso é mais complicado. No Blog e fórum já discutimos esse tópico. Procure na Busca palavras relacionadas a colônia. Para publicar perguntas utilize o fórum. Clique em Fórum no menu e faça o seu cadastro. É possível enviar imagens somente no fórum. Esse espaço é destinado a comentar o artigo que você está lendo. Sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>