Arquivo da tag: ressalvas

Colônias que não deram certo

Algumas vezes fazemos o chá e as colônias simplesmente não funcionam.

Recentemente, em agosto de 2011, realizei uma tentativa de recuperação de algumas colônias guardadas a mais de um ano e meio na geladeira. Durante os últimos 6 meses não receberam novos alimentos, isso é, não foi adicionado chá doce ao local em que estavam armazenadas.

Após o período de quase 600 dias, as colônias apresentavam um aspecto mais escuro. Algumas estavam bem grossas e ainda algumas poucas permaneciam com a cor clara. Todas sem excessão apresentavam aspecto saudável, apesar de que, aparentemente, não estavam produzindo gases o que concluí em função da tampa não estar nem mesmo estufada, como normalmente ficava.

Fiz o chá bem doce e coloquei as melhores colônias dentro no intuito de conseguir um filhote. Imaginei que pelo menos uma colônia das três que tentei produzir fosse se tornar mais forte e se reproduzir. Coloquei nos vidros tampados, como de costume, seguindo a receita clássica, mas os resultados não foram exatamente os esperados.

Os resultados, após cerca de 20 dias de fermentação foram:

  1. As colônias ficaram com forte aroma de vinagre, o que já era esparado;
  2. Uma das colônias não reproduziu, não gerou nada, aparentemente estava morta;
  3. Duas colônias produziram mofo ou algo semelhante;

Algumas imagens podem demonstrar melhor o que estou dizendo:

Os três recipientes utilizados, logo após a retirada

Repare na superfície, não há formação de colônias

Nesses dois casos podemos observar a formações de microorganismos

Mais uma imgem dos recipientes ainda tampados

Nessa foto acima podemos observar que não há formação de colônia

A colônia foi contaminada, de alguma forma, não sei bem o porque

Mesmo por fora do vidro podemos observar que o resultado não é o esperado

A dica que fica a partir dessa experiência é que devemos tomar muito cuidado ao observar as colônias após o período de fermentação.  De certa forma fica comprovado o fato de que uma colônias deixada por muito tempo na geladeira pode se enfraquecer, não reproduzir ou mesmo fica mais suscetível a contaminação.

Quantidade de uso diário

Podemos beber quanto Kombucha quisermos por dia?

A princípio parece que sim! Li que em alguns casos pessoas muito acostumadas chegam a tomar mais de 1 litro e meio de chá por dia! Pensou em mais? Nesse caso é melhor consultar um profissional, pois somente ele poderia lhe informar melhor sobre a sua capacidade de resistir aos componentes do Kombucha. Lembrando que quase nenhum médico ou nutricionista já ouviu falar de Kombucha, aconselho pesquisar melhor as substâncias que compõe a bebida, e levar para o profissional em questão para que possa ser feita uma análise mais precisa.

Algumas ressalvas devem ser feitas para se adequar o consumo às necessidades diárias de cada um. Como é de conhecimento comum, o corpo elimina os suplementos e nutrientes de quaisquer fonte que estejam em quantidade acima do adequado no corpo. Não devemos nos esquecer no entanto que alguns elementos, a exemplo das vitaminas, tem a qualidade de se acumular no corpo, e que em grande concentração podem causar distúrbios diversos.

Posso dizer sobre a minha experiência pessoal:

  • Nas primeiras semanas, normalmente iniciamos ingerindo uma quantidade muito pequena de chá – em média é indicado começar com a ingestão diária de 100 a 150 ml de chá, o que representa meio copo desses de bar (copo americano, 200 ml).
  • Qualquer quantidade acima dessa medida no início pode provocar distúrbios intestinais, leve incontinência urinária, e em alguns raros casos ouvi falar de dores de cabeça e erupções cutâneas. Isso ocorreu porque a pessoa tomou muito logo no início.
  • Depois de uns 3 meses bebendo Kombucha diariamente, aumentei sensivelmente o consumo, por ser um período de calor, para mais de meio litro a um litro de chá por dia, sem perceber qualquer alteração, sem qualquer problema.
  • Durante o período do frio costumo reduzir o consumo, bebendo o chá mais freqüentemente depois das refeições, geralmente um pequeno cálice.
  • Normalmente, quando estou ingerindo uma maior quantidade diária do chá, sinto menos fome, não sei direito qual é a associação entre a fome e o consumo do Kombucha, mas já ocorreu comigo essa redução no apetite.
  • Durante o período de um ano de consumo diário do chá, emagreci 8 quilos, acredito que perdi uma boa proporção de gordura, sendo que não sou obeso. Esse peso retornou em parte depois que o corpo se acostumou ao consumo do chá. É um ponto a ser observado, e discutimos isso melhor em Qualidades – Kombucha e a obesidade.

Beber Kombucha

Bebendo o chá - copão

Resumo do que tem sido divulgado na Internet:

  • Devemos começar o uso do chá com as seguintes medidas: primeira semana, 100 mls por dia; segunda e terceira semana, 150 mls por dia; quarta semana a oitava semana, 200 mls por dia; após a oitava semana até 3 meses pode ser dobrada a quantidade, podendo alcançar 400 mls por dia (2 copos pequenos de boteco); após o terceiro mês pode ser ingerido qualquer quantidade do chá.
  • Acho que as quantidades citadas acima estão adequadas a maioria das pessoas, funcionou bem comigo, exceto em alguns momentos no início nos quais eu ingeri quantidade maior e tive um dos relatados efeitos indesejados.
  • Uma das coisas que devemos aprender quanto a ingestão diária de Kombucha, é que os efeitos são como o próprio cultivo, são lentos mas eficazes.

Não deixe de ler também: Quem não deve beber? no próprio Blog.