Arquivo da tag: semanas

Guardando as colônias – Ilustrado

Me perguntaram como fazer para retirar, para guardar as colônias logo após a fermentação. Nunca havia pensado em fotografar esse processo, porque acredito que ele seja muito simples, mas agora vi que documentar essa retirada pode ser útil para algumas pessoas.

Para fazer essa retirada temos que:

  • Encontrar um recipiente para armazenar a colônia com um pouco de chá;
  • Lavar bem as mãos;
  • Lavar bem o recipiente que receberá a cultura (colônia);
  • Também lavar os utensílios utilizados durante esse procedimento;
  • Preparar o local, geralmente uma mesa;
  • Destinar algum espaço na geladeira para o recipiente com as colônias.

Procedimento

Trazer a fermentação do local de descanso para a mesa onde será manipulada.

Final da fermentação do Kombucha - bebida pronta
Final da fermentação do Kombucha – bebida pronta

Retire agora o pano que tampa o vidro para procedermos a retirada da colônia. Com as mãos bem limpas, retire a colônia que está por cima primeiro. Muitas vezes essa colônia filho se encontra unida com a colônia mãe abaixo dela. Se isso ocorrer há duas possibilidades: separá-las ou mantê-las unidas. Se estiverem muito coladas, a separação pode partir uma das colônias. Nesse caso elas podem ficar unidas e serem assim utilizadas numa próxima fermentação.

Colônia mergulhando no chá
Transferência da Colônia de Kombucha

Nesse caso abaixo, separei antecipadamente um prato para colocar as colônias no intuito de avaliar o seu crescimento, a cor e o volume da nova colônia e compará-la com a mãe. Repare que também já preparei o recipiente para recebê-las, no caso uma embalagem dessas tipicamente utilizadas para guardar alimentos (tipo Tupperware).

Preparando as colônias para guardar na geladeira - foto 1/5
Preparando as colônias para guardar na geladeira – foto 1/5

Na vasilha de plástico (tipo Tupperware), coloque uma pequena quantidade de chá doce. Isso é o alimento da colônia. Se você pretende manter a colônia armazenada por algumas semanas ou mesmo meses, é recomendável que você troque o chá doce no máximo a cada 30 dias para evitar que a colônia se enfraqueça ou mesmo para de se reproduzir. Lembre-se que o recipiente não deve estar totalmente lacrado, portanto aquelas embalagens de qualidade inferior com a tampa um pouco frouxa talvez seja a melhor opção. Se você lacrar o recipiente ele provavelmente vai se expandir, em função da formação de gases, até que sua tampa saia.

Preparando as colônias para guardar na geladeira - foto 2/5
Preparando as colônias para guardar na geladeira – foto 2/5

Coloque no recipiente todas as colônias que serão guardadas. Nessas imagens existem mais de duas colônias porque eu retirei mais de uma fermentação no mesmo momento.

Preparando as colônias para guardar na geladeira - foto 3/5
Preparando as colônias para guardar na geladeira – foto 3/5

Tenha o cuidado de cobrir as colônias com o chá para que as mesmas sejam adequadamente nutridas e não se ressequem. O ideal é que todas as colônias permaneçam mergulhadas no chá doce.

Preparando as colônias para guardar na geladeira - foto 4/5
Preparando as colônias para guardar na geladeira – foto 4/5

Pode ser utilizado também um pouco do Kombucha pronto, a critério de cada um. Pessoalmente acho que quando colocamos as colônias para armazenagem em Kombucha pronto, elas tendem a se acidificar com maior facilidade e mais rapidamente.

Preparando as colônias para guardar na geladeira - foto 5/5
Preparando as colônias para guardar na geladeira – foto 5/5

Assim dispostas as colônias estão prontas para serem armazenadas. Devemos tampar o recipiente e levá-lo para a geladeira. O local ideal para armazenagem das culturas é logicamente a geladeira, porque em temperaturas mais frias a colônias tem o seu desenvolvimento retardado, isso é, a velocidade da reprodução diminui e dificulta muito a formação de novas colônias. Além disso, o chá vai se tornando mais ácido apesar das colônias não crescerem, e é por isso que devemos trocar o conteúdo líquido de tempos em tempos (é o alimento da colônia).

Colônias de Kombucha alimentadas e prontas para ir para a geladeira
Colônias de Kombucha alimentadas e prontas para ir para a geladeira

Agora está pronto, é só colocar no local destinado a elas. Em alguns dias você irá notar que a tampa do recipiente está estufada. É esperado que isso ocorre. Simplesmente abra e feche novamente a embalagem para que o gás se disperse de dias em dias. Se não fizer isso a tampa provavelmente irá abrir, sem maiores problemas. O único cuidado que eu tenho é manter a embalagem fechada, porque li em algum lugar que poderia ocorrer alguma contaminação. Acredito que não seja comum essa contaminação, mas de qualquer forma, mantenho fechada a embalagem para que não se misturem os aromas dentro da geladeira. Bem, lá vai ela.

Colônias de Kombucha guardadas na geladeira
Colônias de Kombucha guardadas na geladeira

Quantidade de uso diário

Podemos beber quanto Kombucha quisermos por dia?

A princípio parece que sim! Li que em alguns casos pessoas muito acostumadas chegam a tomar mais de 1 litro e meio de chá por dia! Pensou em mais? Nesse caso é melhor consultar um profissional, pois somente ele poderia lhe informar melhor sobre a sua capacidade de resistir aos componentes do Kombucha. Lembrando que quase nenhum médico ou nutricionista já ouviu falar de Kombucha, aconselho pesquisar melhor as substâncias que compõe a bebida, e levar para o profissional em questão para que possa ser feita uma análise mais precisa.

Algumas ressalvas devem ser feitas para se adequar o consumo às necessidades diárias de cada um. Como é de conhecimento comum, o corpo elimina os suplementos e nutrientes de quaisquer fonte que estejam em quantidade acima do adequado no corpo. Não devemos nos esquecer no entanto que alguns elementos, a exemplo das vitaminas, tem a qualidade de se acumular no corpo, e que em grande concentração podem causar distúrbios diversos.

Posso dizer sobre a minha experiência pessoal:

  • Nas primeiras semanas, normalmente iniciamos ingerindo uma quantidade muito pequena de chá – em média é indicado começar com a ingestão diária de 100 a 150 ml de chá, o que representa meio copo desses de bar (copo americano, 200 ml).
  • Qualquer quantidade acima dessa medida no início pode provocar distúrbios intestinais, leve incontinência urinária, e em alguns raros casos ouvi falar de dores de cabeça e erupções cutâneas. Isso ocorreu porque a pessoa tomou muito logo no início.
  • Depois de uns 3 meses bebendo Kombucha diariamente, aumentei sensivelmente o consumo, por ser um período de calor, para mais de meio litro a um litro de chá por dia, sem perceber qualquer alteração, sem qualquer problema.
  • Durante o período do frio costumo reduzir o consumo, bebendo o chá mais freqüentemente depois das refeições, geralmente um pequeno cálice.
  • Normalmente, quando estou ingerindo uma maior quantidade diária do chá, sinto menos fome, não sei direito qual é a associação entre a fome e o consumo do Kombucha, mas já ocorreu comigo essa redução no apetite.
  • Durante o período de um ano de consumo diário do chá, emagreci 8 quilos, acredito que perdi uma boa proporção de gordura, sendo que não sou obeso. Esse peso retornou em parte depois que o corpo se acostumou ao consumo do chá. É um ponto a ser observado, e discutimos isso melhor em Qualidades – Kombucha e a obesidade.

Beber Kombucha

Bebendo o chá - copão

Resumo do que tem sido divulgado na Internet:

  • Devemos começar o uso do chá com as seguintes medidas: primeira semana, 100 mls por dia; segunda e terceira semana, 150 mls por dia; quarta semana a oitava semana, 200 mls por dia; após a oitava semana até 3 meses pode ser dobrada a quantidade, podendo alcançar 400 mls por dia (2 copos pequenos de boteco); após o terceiro mês pode ser ingerido qualquer quantidade do chá.
  • Acho que as quantidades citadas acima estão adequadas a maioria das pessoas, funcionou bem comigo, exceto em alguns momentos no início nos quais eu ingeri quantidade maior e tive um dos relatados efeitos indesejados.
  • Uma das coisas que devemos aprender quanto a ingestão diária de Kombucha, é que os efeitos são como o próprio cultivo, são lentos mas eficazes.

Não deixe de ler também: Quem não deve beber? no próprio Blog.